sábado, 15 de setembro de 2012

A Avenida Manoel Rodrigues Vista em Duas Épocas



Fatos e Fotos que Fizeram a História de Esperança
 Vista da Avenida Manoel Rodrigues sem a Praça da Cultura e o CAOBE

Vista da mesma Avenida com a Praça e o CAOBBE  do lado esquerdo

                          Para quem viveu a Av. Manoel Rodrigues na década de 60, vale apena relembrá-la através da foto acima, em preto e branco, no ano de 1963. Eu fui o autor da primeira foto, num dia de domingo, à tarde, eu estava sózinho, sentado nos batentes do antigo Ginásio Diocesano. 

                          A foto nos revela a avenida principal da cidade toda arborizada, com árvores em canteiros centrais, isto é, dividindo a  avenida em mão e contra-mão. O Prefeito, na data acima era Arlindo Delgado, que quis dar uma nova feição ao centro da cidade, alegando que Esperança era uma cidade pelada, sem a cores do verde. A juventude adorou a idéia e a iniciativa do prefeito. Era mais um motivo para que pudéssemos tirar fotos, aos domingos. Não existia telefone celular, nem os recursos tecnológicos que temos hoje, porém, vivíamos o que acidade nos oferecia. Nessa época, a opção era a seguinte: O campo de Futebol, o cinema e a sorveteria Alvorada, em frente ao cine São Francisco. Vê-se, ainda, que, na foto acima, não havia nenhum carro estacionado, nem circulando. O caminhão que o flagrande captou era de propriedade de seu Biu Rodrigues. Deixava-o na ladeira para funcionar no primeiro arranco.

                        A segunda foto, mais moderna, mais de vinte anos após, ou melhor dizendo, na década de 80. O Prefeito era Luiz Martins. Construiu a Praça da Cultura que a denominou de Praça da Cultura Francisco Souto Neto. O CAOBE já estava construído, há bastante tempo. Já passou a ser o segundo clube da cidade, depois que foi construido o Clube Campestre de Esperança. A foto ficou mais moderna. A cidade teve mais vida. Em contrapartida, eliminaram os canteiros e as árvores do centro da Avenida principal.  

Um comentário: