quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Professora Arline Medeiros - A Lembrança de Uma Competente Professora.

Fatos e Fotos que Fizeram a História de Esperança

Foto da Professora Arline Medeiros - A Primeira da Esquerda para a Direita.
Década de 60.

                                         Professora Arline Medeiros chegou a Esperança, no começo da década de 60. Pessoa simples, humilde, experiência em sala de aula, ao mesmo tempo em que assoberbava o seu tempo com os afazeres de dona casa. Isso era normal. Praxe da época. A mulher devia ter o dom dos afazeres domésticos. o que posso dizer que era uma mestra do lar. Isso dona Arline tinha. Educar os filhos, dando-lhes os primeiros ensinamentos da vida, dentro de casa.

                                            Fui aluno de dona Arline na época em que só se saia do nível primário, se cursasse o "Admissão", no antigo Ginásio Diocesano de Esperança. Era a preparação para o nível médio, como assim podemos chamar, hoje. O nível médio ainda não existia na legislação federal, mas era o Curso Ginasial.

                                      Não me lembro que matéria Dona Arline lecionava. Sei que era uma excelente professora, carinhosa para com todos os alunos. Trazia dentro de sí  a meiguice de uma mãe. Deixava sempre nos transparecer que os ensinamentos de dentro de casa, eram transportados para a sala de aula.

                                             Os filhos de Dona Arline entrosaram-se rapidamente na sociedade esperancense, fizeram o seu ciclo de amizades, e, por todos os seus amigos e amigas eram considerados como gente de bem. Alguns dos seus filhos posso mencionar, agora: Djarbas e Oswaldo (Bebé) craques do América, sem esquecer as meninas que seguiam o mesmo ritmo da mãe.

                                                 Lamentavelmente, Dona Arline faleceu no mês passado. Agora só as lembranças ficam.

Um comentário:

  1. O amigo João de Patrício sempre a reviver as histórias de Esperança. Escreve as suas lembranças, as memórias com a elegância que lhe é peculiar. Sempre bom visitar este blog, e conhecer mais sobre o município e seus costumes. Rau Ferreira

    ResponderExcluir